Bronzeamento Artificial: Qual a melhor técnica para ficar com a cor do verão?

Bronzeamento Artificial: Qual a melhor técnica para ficar com a cor do verão?

Verão é sinônimo de sol e, a reboque, de exibir por aí aquele tom dourado que faz qualquer uma ficar mais radiante e bonita. Quem não gosta de ir para a praia pegar um sol? Porém, essa exposição direta pode trazer riscos para a saúde da pele e, por isso, deve ser evitada.

Uma das maneiras de ficar bronzeado sem ter que se expor ao sol é o bronzeamento artificial, que oferece menos perigo já que age apenas na cama superficial da pele.

Para atrair cada vez mais clientes, as clínicas de estética oferecem diferentes métodos de bronzeamento para quem quer ficar com o corpo dourado sem precisar de horas de exposição ao sol.

O que é bronzeamento artificial

É o procedimento realizado para reproduzir o efeito do bronzeamento solar na pele, podendo ser utilizado para isso produtos químicos que se usados corretamente não causam problemas a pele, diferente das câmaras que podem gerar diversos prejuízos à saúde.

Com a descoberta do câncer de pele as pessoas começaram a procurar métodos não naturais para obter a pele mais morena.

Tipos de bronzeamento artificial

Muitas pessoas optam pelo bronzeamento artificial por dois motivos: é rápido e não oferece os riscos para desenvolver o câncer de pele já que ele age apenas na camada superficial da pele. Apesar das máquinas estarem proibidas, é possível fazer outros tipos de bronzeamento com maior segurança e conforto usando substâncias como hidratantes e jatos que possuem um composto chamado de DHA, que reage com a queratina da pele modificando a coloração da mesma. Veja como são feitos os procedimentos para cada tipo de bronzeamento:

  • Autobronzeadores

Os autobronzeadores são um método seguro e eficaz, além de mais práticos. As loções podem ser facilmente encontradas em lojas de cosméticos ou até mesmo em farmácias. O produto não causa nenhum dano à saúde, com exceção de pessoas com alergias aos ingredientes da fórmula.

Para usar, é só aplicar uma pequena quantidade do produto na pele e aguardar o tempo indicado nas instruções da embalagem para conferir o resultado. Por se tratar de um creme, muitas mulheres acham que não é preciso usar o protetor solar, o que é um grande engano.

É fundamental continuar se protegendo do sol mesmo com o uso do creme autobronzeador, pois além de evitar os incômodos das queimaduras, também é uma forma de evitar o envelhecimento precoce e até mesmo o câncer de pele. O preço dos autobronzeadores varia entre R$ 15 a R$ 60.

  • Bronzeamento a jato

Funciona como um tingimento da pele, capaz de deixar o tom dourado apenas com a aplicação do DHA (dihidroxiacetona), o mesmo princípio ativo dos autobronzeadores. É uma das opções mais indicadas, pois não oferece riscos à saúde.

O DHA reage com as células da superfície da pele, produzindo o efeito bronzeado no corpo todo. Antes de fazer o bronzeamento a jato é importante manter a pele limpa e esfoliada, depilar o corpo um ou dois dias antes do procedimento e depois de feito, não usar cremes, maquiagem ou desodorante.

A duração do efeito varia de acordo com o tipo de pele, mas geralmente chega a duas semanas, inclusive com a marquinha do biquíni. O preço do bronzeamento a jato pode variar de R$ 80 a R$ 180.

  • Cápsulas de bronzeamento

As cápsulas de bronzeamento são outra opção para deixar a pele com a cor do verão. Elas podem sem feitas em farmácias de manipulação, mas é preciso ter receita médica para comprá-las. O preço das cápsulas de bronzeamento é de de R$ 150 a R$ 200, para um mês.

Um componente das cápsulas de bronzeamento é o betacaroteno, mesma substância encontrada nos alimentos alaranjados como cenoura, abóbora, beterraba, mamão, manga.

Ele favorece a produção de melanina, a grande responsável pela pigmentação da pele, e ainda protege dos efeitos dos raios UVA/UVB. É importante lembrar que, mesmo com o uso das cápsulas, não se deve dispensar o protetor solar.

Tanto o bronzeamento a jato como o autobronzeamento duram no máximo uma semana. É isso mesmo gente, dura pouco tempo, mas você sempre vai ter o conforto de estar num ambiente com ar-condicionado e vai ficar livre dos raios UVA e UVB. O creme hidratante pode durar até dois meses dependendo da quantidade e da frequência com que ele é utilizado. Essas técnicas de bronzeamento podem ser feitas até em mulheres grávidas sem nenhum problema.

Dicas para um bronzeamento saudável

As mulheres que não abrem mão de pele bronzeada em qualquer ocasião devem utilizar estes métodos que não usam a radiação ultravioleta e não prejudicam a saúde da pele. Mas, para aquelas que insistem em tomar sol todos os meses do ano, a TPM te dá algumas dicas preciosas para um bronzeado saudável:

  • Use fator de proteção solar 30 e, se preferir, acelerados de bronzeamento em conjunto;
  • Procure tomar sol em horários de menos exposição UV – antes das 9 e após às 16 horas;
  • Locais como a face, mãos e colo devem receber filtros maiores com proteção UVA e UVB;
  • Alimentos ricos em luteínna, licopeno, vitamina C, vitamina E preparam a pele para o bronzeado e conseguem evitar alguns dados solares nas células, evitando o envelhecimento precoce; 
  • Dietas com frutas, verduras e legumes como mamão, cenoura, pimentão, abobora, brócolis, entre outros, que são ricos em betacaroteno, também ajudam a manter o bronzeado;
  • Outras substancias também ajudam a evitar que as manchas de pele piorem como o picnogenol, oli ola, polypodium leucotomus, mas deve-se tomar antes do verão com acompanhamento médico.

 

Deixe seu comentário

Add Comment