Câncer de mama: Uma linda história de superação

Câncer de mama: Uma linda história de superação

Receber o diagnóstico positivo para câncer não é nada fácil, a cabeça quase entra em colapso e as dúvidas – das mais diversas – tomam conta daquele momento que parece ficar estático. Quando falamos de câncer feminino, esse momento se torna ainda mais complexo. A ideia de não mais conseguir levar a casa, a família, a carreira, a possibilidade de perder os cabelos, o temor da maternidade não concretizada e o medo de não haver mais uma chance, se torna a ideia principal desse problema.

O desafio agora é: de onde tirar forças para superar essa fase e tornar a chance real?

Contarei agora a linda história de superação de Juliana Wasen, que enfrentou que venceu essa luta!

Minha história, minha renovação!

No início do tratamento quando a gente escuta um “vai passar”, parece que o futuro é uma eternidade e que o sol demora anos para voltar a brilhar. A gente não perde a fé nem a certeza de que tudo vai dar certo, mas somos tomadas por um misto de sentimentos e apesar de manter o bom humor, exercitar a resiliência e a gratidão, o medo e a incerteza fazem parte. É difícil lidar com algo tão abstrato que não está a nossos olhos, como é a certeza de que o amanhã melhor vai chegar!

Tudo começou em início de Maio de 2015 em uma consulta de rotina ao ginecologista, na qual fui fazer meus exames de rotina para acompanhamento de um cisto descoberto em 2014 este benigno. Logo então a mamografia seguida da ecografia mamária, e na sequência a biopsia com urgência onde logo em 5 dias o resultado que eu e todos nós não gostaríamos de ter ouvido ou mesmo lido no resultado: CARCINOMA DUCTAL INVASIVO na mama direita.

Começou a corrida contra o tempo, bateria de exames, encaminhamento ao oncologista, consulta ao mastologista, enfim marcado cirurgia, 29/09/2015 e a mesma para o dia 28/08/2015, onde ocorreu tudo bem.

As sessões de quimioterapia começaram. Meu mundo desabou!! … E os meus cabelos também!

 

Na primeira sessão, muitas náuseas, vômitos e cansaço, tudo dentro do esperado, e assim sucessivamente a cada 21dd as demais sessões. Na data prevista para o termino delas a surpresa, não iria conseguir finalizar as sessões do medicamento, pois este enfraqueceu meu coração em 23% os batimentos.

E assim começaram as sessões de radioterapia.

Todos os dias trabalhava até meio-dia, almoçava, encontrava minha querida e amada prima Nubia! Lá íamos nós! Foram 30 dias indo todos os dias a Porto Alegre, com o coração cheio de gratidão pela oportunidade. E assim com leveza, foi assim que escolhi passar por todo tratamento que os 30 dias se passaram e logo na sequência ganhei alta no hospital Santa Rita, ufa, mais uma etapa vencida! E assim a vida seguindo!

Em novembro apresentei meus exames ao oncologista. Sem nenhuma metástase, respondi muito bem todo tratamento. Em minha ultima ecografia mamária o resultado não poderia ter sido melhor: “tudo em perfeito estado” palavras do médico! E hoje continuo à minha caminhada, com muita gratidão.

Atravessei este deserto, mas com certeza não estava sozinha e hoje com certeza me sinto curada e com o coração cheio de gratidão por exatamente tudo!

#euqueroviver #cancertemcura #secuidesetoque #importanciadodiagnosticoprecoce

 

 

 

 

Deixe seu comentário

Add Comment