Especialista em reabilitação avalia caso de Demi Lovato

Especialista em reabilitação avalia caso de Demi Lovato

O médico americano Dr. Drew Pinsky, especialista em tratamento contra drogas, conhecido por seu trabalho no programa “Celebrity Rehab”, deu uma entrevista à revista US Weekly fazendo uma análise do caso de Demi Lovato. A cantora sofreu uma overdose em julho e atualmente está internada em uma clínica de reabilitação. “Eu disse desde o começo que não pensei que fosse heroína. É só alguém com algumas questões em sua sobriedade. Ela se cansou disso e teve que sair e testar sozinha. É assim que as pessoas aprendem sobre sobriedade”, disse.

De acordo com o especialista, a realidade dos adictos é dura, mas o autoconhecimento é necessário. “É muito difícil dizer a alguém que ele terá que lidar com esse problema o resto da vida. Eles sentem que podem controlar isso, e sempre querem testar. Não há nada de incomum nisso. Ela pegou pesado. É infeliz que ela tenha tido consequências ruins. Mas que Deus a abençoe e ela será uma inspiração como sempre foi. Eu garanto”, declarou.

Demi está internada em uma clínica no Arizona, mas viaja com frequência para tratar com um especialista em Chicago, onde recebe apoio psicológico. “Ela não está dependendo apenas da reabilitação para drogas, porque realmente acredita que seus problemas resultam de sua necessidade de se automedicar com álcool e drogas para sua depressão”, explica uma fonte do Radar Online.

Deixe seu comentário

Add Comment