Vegan/Vegetariano. Modinha ou estilo de vida? Tire suas dúvidas agora…

Vegan/Vegetariano. Modinha ou estilo de vida? Tire suas dúvidas agora…

Quantos veganos você conhece? E vegetarianos?

Se a resposta para as duas perguntas foi zero, eu aposto que em breve você conhecerá (ou descobrirá) um amigo vegano ou vegetariano.

A minha aposta não é à toa.

Está cada vez mais comum encontrarmos pessoas adeptas ao estilo de vida vegano.

Ainda tida como “frescura” por parte da sociedade brasileira, esse tipo de alimentação traz algumas dúvidas ao público.

Ok…

Mas o que significa ser vegano? Qual é a diferença para o vegetariano? Vegano come ovo? Quando surgiu esse movimento?!

DÚVIDAS MAIS FREQUENTES SOBRE VEGANISMO/ VEGETARIANISMO

Então eu tenho o prazer de lhe trazer um bom esclarecimento, respondendo a dez perguntas muito comuns entre leigos no tema.

Vamos lá descobrir as respostas a algumas dúvidas tão frequentes?

1.Qual a diferença entre vegetariano e vegano?

Vegano é quem, além de seguir uma dieta vegetariana estrita, busca boicotar todas as formas de exploração de animais: não usam roupas de pele, lã, couro ou seda, não utilizam produtos testados em animais, não frequentam rodeios, não pescam, etc. Vegetarianos não comem nada que tenha carne, leite, ovos ou mel, seja pelos animais, pela saúde, pelo meio ambiente ou outros motivos. Sendo assim, todos os veganos são também vegetarianos.

2.O que veganos e vegetarianos comem?

Tudo o que é vegetal e comestível. É comum, aliás, vegans e vegetarianos comerem uma diversidade de alimentos ainda mais ampla e nutritiva do que a maioria dos onívoros.

3.A nutrição vinda dessa alimentação é suficiente?

Segundo os adeptos, basta ter uma alimentação bem variada. Grãos, castanhas e verduras escuras são o mínimo necessário para substituir a carne na alimentação. É muito importante ter esta orientação porque a necessidade diária de nutrientes varia de acordo com a estatura e massa de cada pessoa. Além disso, é necessário cuidar para ter uma dieta balanceada, já que veganismo não é sinônimo de boa saúde: frituras, doces e alimentos industrializados não estão em desacordo com a ética vegana se não contiverem ingredientes de origem animal, mesmo assim, costumam ser prejudiciais à saúde. Lembre-se que qualquer coisa em excesso faz mal.

4.Como é a relação entre os veganos e os animais que trazem riscos à nossa saúde, como ratos e baratas?

Este é um assunto polêmico até mesmo entre os próprios veganos. De um lado, há quem diga que se todos os animais têm direito à vida, não deveríamos matar nenhum, não importa as condições. Do outro lado, o argumento de que o problema é arriscar a nossa saúde por eles, isso seria extremismo e até imprudência. Nunca se chegou a um consenso sobre qual atitude é a mais ética (do ponto de vista do veganismo) ao encontrar um animal indesejado em casa, mas se tem uma coisa que todos concordam é que o melhor mesmo é evitar que estes animais cheguem a nós.

5.Veganos podem ter animais de estimação?

Sim, podem adotar e esterilizar(“castrar”). Comprar animais é que não é aceito pela ideologia vegana, pois isso implicaria que eles são bens materiais, além de apoiar a exploração dos reprodutores, que são tratados como animais de produção.

6.Qual a relação entre o veganismo e o meio ambiente?

A produção de alimentos vegetais exige muito menos espaço de terra do que a produção de alimentos de origem animal. Por exemplo, em um hectare de terra é possível plantar 42 mil a 50 mil pés de tomate ou produzir apenas uma média de 81,66 Kg de carne bovina por ano. Assim, a alimentação vegetariana estrita estimula a diminuição do desmatamento.A economia de água também é bastante significativa: para se produzir um quilo de soja, são gastos 500 litros de água, enquanto para um quilo de carne bovina, são necessários 15 mil litros.

7.Crianças podem ser veganas?

A dieta vegana pode ser aplicada pelas crianças, desde que seja muito bem planejada, com acompanhamento de nutricionista e com bastante cuidado.

8.Veganos não consomem nenhum tipo de proteína?

Existem proteínas de origem vegetal que podem ser encontradas no feijão, grão-de-bico, lentilha, brócolis, cogumelos ou soja. Amêndoas e nozes são alimentos, por exemplo, que também contém proteínas.

9.A dieta vegana é mais cara?

Por ser mais saudável e possuir menos produtos ultraprocessados, a dieta vegana tem sim alguns valores mais caros. Mas calma! Isso não significa uma diferença absurda. Atualmente existem muitos produtos disponíveis no mercado em uma variedade de tipos marcas, o que facilita para o adepto a dieta escolher qual é o mais acessível para ele. Além disso, armazenando de forma correta grãos, cereais, legumes e outros, é possível criar uma dieta mais barata e acessível.

10.Veganos perdem peso com facilidade?

Uma dieta vegana pode ser uma maneira saudável de perder peso, mas precisa estar atrelada a uma rotina regular de exercícios físicos. A dieta vegana não tem baixo teor de gordura, e não necessariamente garante a perda de peso com maior facilidade.

 

 

Deixe seu comentário

Add Comment