CALOTE NAS UBS GERA PROTESTO

Home CALOTE NAS UBS GERA PROTESTO

Na frente da Prefeitura, na data de hoje, diversos funcionários das UBS protestaram por estarem com seus pagamentos atrasados há vários dias. A empresa responsável por cuidar das UBS é a YC. A empresa, segundo informações dos manifestantes, pertence ao filho do Vereador Vandro da Silva, que é “quem realmente manda”. Prova disso foi um áudio enviado pelo sr. Vandro na quinta feira passada aos líderes do movimento, onde se destacam as seguintes promessas:

“…recarga do vale transporte…
pagamento terça até às 14h…mais o restante do vale transporte que ficou para trás, mais o vale alimentação que ficou um restinho para trás, mais o vale alimentação do mês que vou pagar em dinheiro para vocês para vocês terem um fôlego
“Peço compreensão e voto de confiança de não paralisar o serviço até terça feira ás 14h e 40min da tarde ou 14h e 45min… se não entrar, que vai entrar 1500%, aí sim vocês podem tomar as ações que quiserem tomar… tenta nos dar esse voto de confiança”.
No máximo até 14h e 45min… e o VT já estamos fazendo a recarga hoje
Peço que todos dêem esse voto de confiança e vá ao trabalho na Segunda feira… peço esse voto de confiança para mim, para a minha pessoa…aquele que não estiver na conta até esse horário, estará em mãos. Desculpa não ter cumprido o que tinha acordado com vocês que era o pagamento até o dia de ontem…”

O áudio é muito extenso para ser integralmente transcrito, mas segue em anexo na matéria.

O empresário que pede o voto de confiança, aparece na mídia como sendo um Vereador que foi caçado por crimes ambientais e que estaria envolvido em investigações sobre desvio de verbas públicas no valor aproximado de um milhão e meio, além de propina repassadas aos servidores públicos em 20% de um total de quatro milhões e trezentos mil Reais repassados pela Prefeitura entre 2009/2012, bem como envolvimento com lavagem de dinheiro, agiotagem, coação de testemunhas, tudo no município de Parobé.
Será que não basta a GAMP, que colocaram uma empresa que tinha como sócios pessoas sem nenhuma aptidão para a função e que depois se viu que se tratava de uma quadrilha montada para saquear a saúde? Agora quanto será que teremos de problemas com a idoneidade desse senhor que protesta por voto de confiança?
Enquanto isso, os funcionários passam dificuldade, a população sofre com o protesto e ainda existe quem se incomode quando se fala em caos na saúde em Canoas.
Só se incomoda quem tem “vizinho médico na esquina” ou se auto medica, ou “paga particular”.
Será que ninguém fiscaliza e nem investiga a atividade e o currículo de quem faz contratos com a administração pública e que deveria cuidar da nossa saúde?
O problema é falta de dinheiro, incompetência ou roubalheira? A resposta cabe a quem deveria dar explicações, mas se acha importante demais para sair do Gabinete e prestar informações do que é feito do nosso dinheiro

 

Confira o audio com as promessas aos funcionários