Dicas de empreendedorismo para quem está começando agora.

Dicas de empreendedorismo para quem está começando agora.

“Seu trabalho vai preencher uma parte grande da sua vida, e a única maneira de ficar realmente satisfeito é fazer o que você acredita ser um ótimo trabalho. E a única maneira de fazer um excelente trabalho é amar o que você faz”. – Steve Jobs

Ano novo, negócio novo. Será que dá? Começar um negócio do zero não é fácil. São muitos assuntos diferentes, detalhes a perder de vista e um sem fim de decisões que vão mudando ao longo do tempo. Mas, como disse Lao Tsé, uma longa caminhada começa com o primeiro passo.

Como começar um negócio do zero hoje em dia? É bem verdade que a burocracia para abrir seu próprio negócio acaba gerando um certo desânimo, e cada detalhe precisa ser muito bem pensado antes de dar qualquer passo.

A primeira coisa que você precisa saber sobre montar o seu negócio é que você não precisa ter tudo pronto logo no início. Você pode ir construindo a sua ideia de negócio aos poucos, em pequenos passos, até ter a visão completa da empresa que deseja montar.

As pesquisas também mostram que as taxas de sucesso de quem se prepara (empreendedores por oportunidade) são superiores às de quem não faz isso (empreendedores por necessidade).

A verdade é que abrir um negócio próprio sempre é motivo para ansiedade, euforia… e medo! Afinal, se aventurar em um universo totalmente novo gera uma certa insegurança. Para não pisar em um campo minado e começar a empreender se sentindo segura e confiante, antes de tudo é preciso muito planejamento. Por isso, nada de ser impulsiva! Confira algumas dicas para começar a empreender com cautela e cuidado.

Estude o campo de atuação

Não entre em uma aventura sem conhecer o seu trajeto. O estudo vai possibilitar a identificação ou não com a área. Você se enxerga daqui a 10 anos fazendo exatamente o que pretende empreender?

Conheça bem os desafios que vai encarar, pesquise sobre o mercado (concorrência), perfil do público de interesse (público externo: possíveis clientes, fornecedores, comunidade que será inserida), perfil dos envolvidos (público interno: colaboradores). Evite surpresas indesejadas no meio do caminho, conheça o campo de atuação e sinta afinidade pelo processo evolutivo antes de iniciar.

Identifique um problema não solucionado

Toda empresa existe para solucionar um problema de alguém. Ou pelo menos é assim que deveria ser. O problema pode ser algo muito específico (como, por exemplo, a necessidade de bens de conveniência na vizinhança de um bairro qualquer) ou uma demanda mundial ainda não solucionada (como a necessidade dos motoristas de fugir do trânsito nas grandes cidades).

Muitas vezes, esse problema é identificado por meio de conversas com o potencial cliente. Em outras, nem mesmo o cliente sabe que tem um problema até a solução ser ofertada (ou você sabia que precisava do Google antes dele existir?). Em suma, essa etapa pode ser estruturada e mecânica, por um lado, ou caótica e criativa, por outro. Mas o produto é o mesmo: uma lista de problemas não solucionados da população mundial, de empresas, governos, organizações sem fins lucrativos ou de grupos específicos.

Conheça seu mercado

O primeiro passo é entender perfeitamente como funciona o mercado que você pretende atuar. Não basta conhecer o mesmo que a sua concorrência, é preciso ir muito além!

Mergulhe fundo no seu segmento para se tornar um especialista. Dica: busque por palavras-chaves relacionadas ao seu mercado na internet e conheça quais as outras marcas que estão apostando na mesma ideia que você.

Conheça a concorrência

Saiba quais são as empresas que vão concorrer com a sua empresa. Mas lembre-se que nem sempre as opções mais óbvias são necessariamente suas maiores concorrentes. Para se ter uma ideia, a Coca-Cola já anunciou em diversas matérias que sua principal concorrente é a água, e não a Pepsi como muitos acreditam.

Faça uma lista de e-mails

E-mails ainda são uma das melhores formas de fazer o marketing online da sua empresa. A lista de mailing é uma das ferramentas mais importantes para um negócio.

Após desenvolver seu site, comece a captar os contatos das pessoas que visitarem sua página. Elas podem se tornar clientes em potencial para os seus produtos.

Não tenha medo de errar:

Errar é humano, o planejamento é importante sim, muito importante aliás, mas nada sai 100% como planejado. Saiba que vai errar e que pode errar, o importante é logo corrigir a falha e não se deixar abater. É essencial para empreender saber que errar faz parte. Não estou falando para você ser relaxado, porém para acertar, precisa estar disposto a arriscar

Conto com profissionais capacitados

Os custos com despesas da folha de pagamento podem parecer bastante salgados, principalmente no começo. Mas uma contratação malfeita pode gerar um grande prejuízo.

É importante contar com profissionais capacitados para ajudar nesse momento em que as novidades são muitas e o domínio do assunto, pouco. E, se a pessoa que você contrata já possui o conhecimento na sua área, ela poderá contribuir muito mais.

Deixe para contratar estagiários e pessoas inexperientes quando a empresa já tiver uma base mais sólida de conhecimentos necessários para formar novos profissionais.

Tenha uma vida financeira organizada

Muitos empreendedores vivem mergulhados em uma completa desorganização financeira, algo terrível para os negócios.

Para “sair do vermelho”, o primeiro passo é organizar seu fluxo de caixa. Com planilhas simples, é possível controlar os valores que entram e saem, inclusive com previsões futuras. Alguns softwares de gestão auxiliam o controle financeiro, informando o que vence e o que deverá entrar no seu caixa.

Dessa forma o empresário terá total controle da situação monetária e poderá planejar o crescimento saudável do negócio.

Saiba negociar

Cortar gastos e economizar ao máximo: o empreendedor que pensa assim vai longe. Uma estratégia importante para conseguir o melhor aproveitamento dos recursos é negociar com os fornecedores. Se você tiver um bom fluxo de caixa, conseguirá fazer compras grandes com pagamento à vista, o que pode significar custos menores na hora de repor o estoque e lucros mais altos no momento das vendas.

Adote estratégias de comunicação

Estratégias de comunicação devem ser adotadas em qualquer negócio, seja ele de grande ou pequeno porte. Algumas medidas criativas podem ser adotadas sem grandes custos.

Uma newsletter para o e-mail dos seus clientes, informando sobre novidades e promoções, é uma forma relativamente barata de informá-los. As redes sociais não podem ser deixadas de lado.

Deixe seu comentário

Add Comment