Dicas para organizar seu guarda-roupas como um profissional

Dicas para organizar seu guarda-roupas como um profissional

As mulheres normalmente possuem em seus guarda-roupas uma coleção de peças para todas as ocasiões. Roupas para o inverno, casacos, roupas para o calor, vestidos, roupas de festas, roupas apropriadas para a prática de esporte e também aquelas mais simples para ficar em casa. São realmente muitas! Sem contar os acessórios!

E a chegada do verão é um momento propício para organizar o guarda-roupa. É hora de tirar de circulação as roupas da estação passada para dar espaço às peças mais leves e fresquinhas.

Acredite, as roupas e os outros objetos guardados não têm absolutamente nada contra você. E, com alguns poucos minutos por dia – ou com um dia inteiro – você pode colocar ordem em tudo e se livrar de toda a bagunça.

Até as atitudes básicas e intuitivas, como o posicionamento de cabides ou organização por cores, por mais que pareçam pequenas, podem causar grandes mudanças na percepção que você terá das suas próprias roupas, sapatos e acessórios, além de valorizar a decoração de interiores do seu quarto.

Pronto para começar a organizar o guarda-roupa? A TPM te dará agora dicas práticas para começar já! Bora conferir?

ORGANIZE PRIMEIRO ANTES DE SE LIVRAS DE ALGUMAS PEÇAS

Sempre dizem para começar a organização do guarda roupa se livrando do que não usa, certo?… Errado! Você só vai perceber quais peças realmente não usa mais ou que não combinam com você, que estão velhas, ou que não fazem sentido estarem ali quando estiver de fato organizando tudo.

Então esvazie o guarda roupa e conforme for arrumando separe as peças que você está na dúvida se devem continuar ou não. Terá peças que você nem vai lembrar que existia e outras que vai pensar porque raios não a usa mais… O melhor é organizar tudo primeiro, assim você terá uma visão completa do que realmente tem guardado e assim você perceberá de quais peças deve se livrar, é um processo natural.

MANTENHA OS CABIDES NA MESMA ORIENTAÇÃO

Procure posicionar os ganchos dos cabides com suas aberturas sempre voltadas para a parede de fundo do armário. Parece básico, mas essa disposição facilita bastante o manuseio das peças, especialmente no momento de retirada para uso.

Se possível, padronize os tipos de cabide pelas mesmas cores, material e tamanhos. Mas atenção: invista nos modelos práticos e fáceis de encontrar, caso contrário, haverá complicações para manter essa padronização.

Para itens mais pesados, como vestidos de festa, ternos ou casacos, por mais que sejam diferentes dos demais, prefira cabides específicos, pois eles sustentam melhor e ajudam a manter a estrutura das roupas.

PROTEJA ROUPAS DELICADAS

Proteja roupas de festas e outras de tecidos mais finos com capas. Se o seu armário tiver altura suficiente, guarde os vestidos no espaço maior do guarda-roupa, para que eles não fiquem com a barra dobrada. Caso a altura do seu móvel não seja suficiente, coloque as roupas de festa dobradas ao meio, pela cintura, em cabides que não vão deixar a peça escorregar – como os de veludo, por exemplo. O ideal é que não apenas os vestidos, mas todas as roupas de festa sejam guardadas na lateral dos armários, para que as peças fiquem juntas e não sejam mexidas para lá e cá a todo momento, o que ajuda na organização e conservação dessas roupas mais delicadas.

DISTRIBUA AS PEÇAS POR CORES

É a dica mais básica de todas. Caso ainda não a tenha colocado em prática, faça o quanto antes. Além da satisfação pessoal causada pela visualização de um gradiente de cores sempre que você abrir o guarda-roupa, impede que você perca completamente de vista peças como regatas ou blusas com alças finas — simplesmente poderá deduzir onde estão pela cor!

Se tiver dúvidas por onde começar, seu gradiente pode partir dos claros, seguindo para estampados e por último para os tons escuros, ou como em uma caixa de lápis de cor. Essa atitude simples certamente vai fazer suas roupas parecerem ainda mais bonitas.

SEPARE AS ROUPAS POR TIPOS

Blusas nos cabideiros superiores e calças, bermudas e shorts nos inferiores. Se o seu guarda-roupa contar com uma seção de maior altura entre o cabideiro e a prateleira inferior, reserve-a para vestidos, dividindo-os entre curtos e longos. Evite misturar diferentes tipos de peça, não apenas por estética, mas também por praticidade.

Peças frágeis ou delicadas em cabides devem contar com uma proteção adicional para evitar que o contato com outros itens ou manuseio apressado prejudiquem os detalhes de costura ou aplicações. Aposte em capas plásticas ou de tecido, com pequenas aberturas para não abafar as roupas.

Organize as gavetas e prateleiras de acordo com o mesmo princípio. Separe uma para as roupas íntimas, meias e itens de praia: tome cuidado ao dobrar para não amassar bojos e evite perder o elástico das meias fazendo bolinhas, por exemplo. O mesmo vale para pijamas e camisolas.

As roupas fitness também vão numa prateleira ou gaveta exclusiva, preferencialmente dobradas e enfileiradas ao invés de empilhadas — dessa maneira, ao retirar uma peça, a organização das demais não será prejudicada.

LIMPE E HIGIENIZE OS SAPATOS

O mundo ideal seria ter uma sapateira à parte, fora do armário. Mas, se não tiver espaço para isso, sem problemas. O jeito certo de guardar um sapato (mesmo na sapateira!): primeiro, deixe o sapato respirar. Assim que tirar dos pés, dê um tempinho para ele “tomar um ar”. Depois, passe uma escovinha pelas laterais e solas, para tirar o pó e as sujeirinhas que grudam na rua. Você, inclusive, pode se surpreender e descobrir que pisou em um chiclete. Melhor tirar antes de guardar e não acabar sujando outros pares.

ABUSE DOS ORGANIZADORES

Existem organizadores para qualquer coisa, hoje em dia. De gravatas e cintos a sapatos, roupas íntimas, acessórios, meias, o que você desejar. Os do tipo colmeia, em tecido, são ideais para gavetas com itens de vestuário pequenos e delicados.

As caixas organizadoras rígidas são excelentes para dispor maquiagem ou outros cosméticos. Você mesmo pode fazer as suas com papelão ou comprá-las prontas, desde que contem com divisões internas suficientes para cada tipo de objeto, de modo que não fiquem todos jogados numa caixa única — situação que pouco contribui para o objetivo de organizar.

Cestos ou caixas maiores, sem divisões internas, são boas para guardar roupas de cama, casacos robustos ou até mesmo vestidos de festa ricos em bordados e pedrarias. Assim, ficam protegidos os tecidos, a estrutura das peças e é mais fácil de achar cada item. Para não se perder, cole etiquetas nas caixas e especifique o conteúdo de cada uma.

DEIXE AS PEÇAS DE USO FREQUENTE AO ALCANCE

Roupas de trabalho ou de passeio usadas rotineiramente merecem ficar sempre à vista, para que você possa encontrá-las sem dificuldades. É possível realizar um revezamento de cada conjunto de peças de acordo com cada estação do ano, visando a mesma praticidade.

No entanto, roupas de uso mais específico ou raro devem ser mantidas nas prateleiras mais altas: invista em embalagens a vácuo para economizar espaço e em caixas com orifícios ou embalagens de tecido para permitir que as peças respirem.

O mesmo vale para malas, sacolas e bolsas que não são muito usadas. Proteja-as com capas destinadas a cada item — são muito fáceis de encontrar em lojas de utilidades para casa.

GUARDE A ROUPA DE CAMA E BANHO POR CONJUNTOS

Para evitar ter que revirar toda a prateleira destinada a roupas de cama para achar uma única fronha desaparecida, dobre os lençóis e capas de travesseiro de cada conjunto em formatos e tamanhos semelhantes, mantendo-os juntos. Para maior precisão, coloque as fronhas entre os dois lençóis, ou fronhas e lençol de elástico dentro do de cima, formando um pacote.

Mantas e edredons podem ser enrolados e empilhados para economizar espaço, de maneira que você possa visualizar facilmente as peças que tem. O mesmo para as toalhas: as de corpo e rosto que formam pares podem ser enroladas juntas. As de mão, por serem pequenas, podem ser dobradas da forma convencional.

OS 10 MANDAMENTOS DA ARRUMAÇÃO

1. Começou a arrumação, não deixe para depois, termine.
2. Descarte peças que não usa mais, isso ajuda a ganhar mais espaço.
3. Separe as peças por categorias, todas as blusas juntas, jaquetas, etc.., pra não ficar espalhadas por outros cômodos ou gavetas.
4. Deixar organizado de forma que consiga visualizar tudo.
5. Desarrumou, arrume.
6. Etiquetar ajuda a lembrar aonde está guardado.
7. Sempre que comprar algo novo, descarte outro mais antigo para não acumular novamente.
8. Não adie as coisa, faça já.
9. Crie uma rotina de organização.
10. Agrupe itens semelhantes.”

Deixe seu comentário

Add Comment