Esse cara sou eu

Home Esse cara sou eu

Por | Marco Leite

Quando tivemos a ideia de fazer o Notícias da Aldeia e posteriormente o Limoeiro, sabíamos que uma hora ou outra íamos sofrer ataques de um lado ou de outro.

Já nos acusaram de todas as formas, por meus proventos, por ter trabalhado na assessoria de comunicação do executivo e estar no local na batida policial no comitê da candidata Beth.

Enfim nada disso é mentira, estive na comunicação da PMC, tive um bom salário e também estava no comitê prestando serviços gráficos para a campanha e por estar de férias estava ali naquele momento com mais de 30 pessoas e que fomos liberados logo após o fato ocorrido.

Diferente do que dizem, eu em momento algum participei de algo, na foto (onde mais pareço o delegado) estão dois jornalistas, eu e uma colega, que não vou citar o nome até porque não pedi para ela.

Pois bem, o Limoeiro tem dado ardência nos olhos de alguns e isso gera ataques, tanto da oposição, como da situação. Tem gente que nos acusa de estar ao lado do governo e outros do lado da oposição, dependendo da notícia que sai.

Quando não agrada os ataques vem, mas nós vamos seguindo, tanto em Canoas, como em Gotham City. Ninguém reclamava quando um jornal “chapa branca” fazia “a cidade do faz e não me conta”, se uma pessoa não consegue conviver com a critica, não se candidate a cargos eletivos, pois sabem que vão virar vidraça, então que fique na sua, pois é mais fácil atirar a pedra.

Voltando ao fato da foto no comitê, eu realmente estava lá, mas jamais fui sequer investigado, o único depoimento que fui dar foi por outro assunto, que era um folheto ofendendo o então candidato Busato, como fui eu que imprimi o TSE pediu meu depoimento e eu fui lá dar, aliás, processo que acabou em um acordo de ambas as partes.

Eu trabalhei em diversos setores políticos na Câmara, com o seu Lagranha, com o seu Dick e com o Jairo, e nunca fui filiado no partido de nenhum deles, apenas fui fazer meus serviços de comunicação, como profissional que sou.

Jamais tive minha casa invadida por forças policiais, como alguns políticos que mesmo que tenham sido inocentados passaram por esses momentos constrangedores, jamais recebi algo de governos que não fosse o meu salário mensal e principalmente não enriqueci milagrosamente nos anos que estive na função.

Sou um cara tranquilo com minha condição de honestidade, não tenho imóveis, nem aqui em Canoas, na Serra, ou em qualquer outro país do mundo. Minha única posse é um automóvel velho e que uso para me locomover.

É importante este esclarecimento público, para colocar por terra as falácias (aliás, a única), que alguns políticos que se sentem atingidos pelo Limoeiro, saiam verbejando besteiras sem as devidas provas, nós ao contrário, tanto em Canoas, como em Gotham estamos sempre ancorados em fatos, com documentos, ou testemunhos dos acontecimentos, não publicamos mentiras e não apoiamos esse ou aquele candidato.

Somos apenas o limão no Limoeiro, e se você não gosta de limão, não chupe, pois na vida real do Limoeiro não vai açúcar.

Nossa página

https://www.facebook.com/noticiasdaaldeiacanoas/

Acesse nosso Grupo

https://chat.whatsapp.com/FqF4mJWVmKA8agL5y0OCGC