Internacional e Athético-PR: a grande final da Copa do Brasil

Home Internacional e Athético-PR: a grande final da Copa do Brasil

Internacional e Athletico-PR se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30, no confronto de volta da final da Copa do Brasil, no Beira-Rio, em Porto Alegre, onde colocarão em jogo dois longos jejuns de títulos nacionais amargados pelos dois clubes.

Campeão brasileiro em 1975, 1976 e 1979, o time gaúcho não levanta um troféu de peso no futebol do País desde 1992, quando conquistou a sua única taça da Copa do Brasil. Na ocasião, superou o Fluminense na decisão para triunfar. Em 2009, porém, na última vez em que avançou à decisão do mesmo torneio, acabou sendo batido pelo Corinthians.

Já o rubro-negro paranaense, que se sagrou campeão brasileiro em 2001, desde então nunca mais ergueu uma taça de um torneio nacional. A última melhor oportunidade de conquistar este objetivo veio em 2013, quando foi à final da Copa do Brasil, mas a equipe caiu diante do Flamengo.

 E a chance de ganhar pela primeira vez essa competição aumentou depois que o Athletico-PR venceu o confronto de ida na decisão por 1 a 0, na semana passada, na Arena da Baixada, em Curitiba. Com isso, o time comandado pelo técnico Tiago Nunes terá a vantagem de poder atuar por um empate neste duelo de volta da final para ficar com o inédito caneco para a sua galeria de conquistas.

Caso supere o Inter, o time paranaense se igualará ao próprio rival gaúcho e a outros nove clubes que possuem um título cada da Copa do Brasil. São eles: Criciúma, campeão em 1991, Juventude (1999), Santo André (2004), Paulista (2005), Fluminense (2007), Sport (2008), Santos (2010), Vasco (2011) e Atlético (2014).

Vaga e premiação gorda

Outro grande incentivo para os finalistas é a gorda premiação dada ao campeão. Quem triunfar, além de assegurar uma vaga direta na fase de grupos da próxima Libertadores, vai faturar R$ 52 milhões. O vice embolsará R$ 21 milhões. Pelo fato de terem ingressado nesta edição do torneio a partir das oitavas de final, pois também participaram da competição continental nesta temporada, os dois clubes já acumularam R$ 12,35 milhões cada em prêmios pelas suas campanhas. Ou seja, ao total, o time que levar a taça contabilizará mais de R$ 64 milhões em seus cofres.