John Lennon acreditava que Paul McCartney escreveu música dos Beatles como indireta para Yoko Ono

Home John Lennon acreditava que Paul McCartney escreveu música dos Beatles como indireta para Yoko Ono

Quando os Beatles tocaram no telhado da Apple no final do documentário Let it Be (1970), Paul McCartney e o falecido John Lennon são arrastados por uma performance estrondosa, que incluiu um solo funky de guitarra de Lennon em “Get Back”.

A faixa escrita por McCartney representava tudo o que ele queria para a banda naquele período, até tornar-se, posteriormente, uma fonte de controvérsia.

Aparentemente, “Get Back” contava a história inofensiva de Jojo e Loretta. Contudo, uma década depois, ao olhar para trás, Lennon passou a enxergar a música como uma indireta de McCartney para Yoko Ono.

Conversando com David Sheff, da revista Playboy, em 1980, Lennon analisou as músicas dos Beatles, indicando quem era o autor e qualquer curiosidade sobre aquela obra.

Quando chegou a vez de “Get Back”, ele a identificou como uma composição de McCartney, descrevendo-a como “uma música batida”, de baixa qualidade. Além disso, ao ser questionado, o artista revelou que a história não era verdadeira.

“Eu acho que há algo implícito sobre Yoko [Ono] lá”, disse Lennon. “Você sabe, ‘Volte para o lugar de onde veio.’ Sempre que ele cantava esse verso no estúdio, olhava para Yoko.”

Sheff, que não conseguia acreditar no que estava ouvindo, perguntou: “Você está brincando?”

Não”, respondeu John. “Mas talvez ele diga que sou paranóico. Você sabe, ele pode dizer: ‘Eu sou um homem normal, de família. [John e Yoko] são doidos.”

Confira aqui a música “Get Back”