MP descobre novo prejuízo no BNDES e amplia denúncia feita na operação Bullish

Home MP descobre novo prejuízo no BNDES e amplia denúncia feita na operação Bullish

O Ministério Público Federal em Brasília denunciou mais duas pessoas na Operação Bullish, que investiga favorecimentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao grupo J&F.

Os procuradores Ivan Marx e Francisco Bastos aditaram a denúncia feita em março deste ano, ou seja, incluíram mais pessoas no de acusados. São elas: Jaldir Freire Lima e Carlos Augusto Muller, ambos funcionários do BNDES.

Eles passaram a ser acusados formalmente pelo MPF porque os procuradores descobriram fraudes em um empréstimo concedido pelo BNDES à JBS.

Segundo investigadores, uma manobra causou um prejuízo de R$ 68 milhões em valores atualizados e viabilizou à companhia a compra da empresa Swift Argentina.

Ao todo, a Operação Bullish aponta prejuízos ao BNDES de quase R$ 2 bilhões. Esse valor se refere a tudo que já foi apurado até agora e não somente ao caso de hoje.

Segundo a denúncia, no caso envolvendo os funcionários do banco, a fraude consiste no desrespeito ao limite de crédito que poderia ser emprestado à JBS e à dispensa do recebimento de juros sobre o valor injetado na empresa.

As irregularidades foram indicadas pela comissão de sindicância do próprio BNDES. Caberá a justiça Federal de Brasília decidir se aceita a denúncia ou não.