Multa rescisória de Everton passa de R$ 450 milhões no novo contrato assinado

Home Multa rescisória de Everton passa de R$ 450 milhões no novo contrato assinado

O cearense Everton já tinha contrato com o Grêmio até 2022 – compromisso renovado no ano passado – mas ainda assim a diretoria do clube gaúcho optou por outra renovação, agora com validade até 2023 e anunciada nesta sexta-feira, 4 de outubro. Salários vão aumentar e a multa rescisória, que até então era de 60 milhões de euros, subiu para cerca de 100 milhões de euros, mais de 450 milhões de reais.

Um dos principais atletas atuando no Brasil e destaque da Seleção Brasileira no título da Copa América 2019, o jogador já teve diversas propostas para atuar no exterior, mas o Grêmio segurou o atleta até hoje especialmente porque nenhum clube chegou ao valor considerado ideal pela diretoria. O clube gaúcho tem 50% dos direitos econômicos de Everton e 100% dos direitos federativos, o que lhe dá o direito de negociar ou não o atacante.

Everton foi vendido ao Grêmio pelo Fortaleza em 2013 por R$ 250 mil. O Tricolor do Pici seguiu com 10% dos direitos econômicos e assim permanece, independente de outras negociações que ocorram.

Parte do valor que o Fortaleza eventualmente receba em uma futura venda está comprometido com empresários que ajudaram o clube financeiramente, incluindo o senador Luiz Eduardo Girão.


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/pensereal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4609