NOVAS INFORMAÇÕES SOBRE O ESCÂNDALO DE PARENTESCO NA PREFEITURA

Home NOVAS INFORMAÇÕES SOBRE O ESCÂNDALO DE PARENTESCO NA PREFEITURA

EX SERVENTE EM DIRETORIA DA SAÚDE POR PARENTESCO

Marlei do Campo Borges de Almeida exerceu (não exerce mais) a função gratificada de Diretora na Diretoria de Relacionamento Com o Cidadão desde 15 de março de 2018. Qual a experiência na área? Será que experiência realmente importa? Basta olhar atentamente a Portaria que se verá que a senhora em questão estava lotada na função de servente, na Matrícula número 66931. Para exercer uma função de Diretora, qual currículo que a mesma apresenta?No seu currículo profissional não se entende qual seria a capacitação que mostrou para o cargo de Diretora, mesmo tendo estudado processos gerenciais na ULBRA e, segundo informações advindas de assessoria da Prefeitura a mesma seria técnica em Enfermagem, mas a condição de mãe de Robson Tiago Borges talvez explique melhor.
Não seria a primeira vez que Robson (atual Secretário Adjunto de Obras) tem seu nome relacionado a cargos e funções de pessoas próximas a si na Prefeitura.
Robson já foi titular da Subprefeitura Noroeste de Canoas, quando “coincidentemente” foi contratada Fernanda Garcia Fortes em junho de 2017, ganhando mais de três mil Reais por mês como “assistente de secretária” na GAMP. O fato de ela ter um filho com Robson foi noticiado em outro veículo de comunicação que alertava sobre o cabide de empregos no Poder Público da nossa cidade usando a GAMP. Essa forma de lidar com a saúde e com os cargos no Município, colocando qualquer parente sem qualificação técnica para desempenhar o trabalho e a mamar nas tetas públicas é que leva aos óbitos, ao caos na saúde da cidade e ao desperdício do dinheiro público. Será que o TCE vai achar normal que alguém que foi concursada para servente tenha estado em um cargo de Diretora e recepcionando pessoas e suas queixas na Ouvidoria da Saúde? Em breve, descobriremos. Vale destacar, por derradeiro, que a mãe do Robson agregou o FG que foi colocada e aproximadamente quadruplicou seus vencimentos iniciais de servente em torno de mil e cem Reais, que hoje chegam a aproximadamente quatro mil e quinhentos Reais. Existe quem não veja nada de errado mãe e filho trabalhando juntos, com o mesmo chefe, em funções indicadas pelo mesmo Executivo. Depois que se agrega o FG, deveria voltar a trabalhar na função de servente. Mas se alguém espera ver a ex Diretora trabalhando na função de servente, se engana muito. Ser mãe do Robson ou de filho do Robson, pelo jeito, tem suas vantagens. Não seria nenhuma surpresa ver Robson, que hoje ocupa a Secretaria de Obras, pleiteando um espaço no Legislativo no próximo pleito. A família vai bem, obrigado!


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/pensereal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4609