O Despertar dos Dinossauros e as divinas tetas

Home O Despertar dos Dinossauros e as divinas tetas

Por | Marco Leite

Tenho acompanhado cenas hilariantes na política canoenses, aquele político adormecido acordou de sua hibernação de três anos, o terneiro mamão despertou e está sedento por outra teta, já que a que está usando só tem validade por quatro anos.

Esse despertar, ou não, é para procurar o maior número de reses para usufruir das divinas tetas, as ruas estão cheias de gente dando tapinhas em nossas costas, a vilas começam a ser visitadas e sendo novamente vistas nas redes sociais e no noticioso.

Está lindo de se ver é edil se vangloriando de máquinas reinauguradas (algumas estragadas há mais de dois anos) e que eles não ajudaram em nada no conserto das mesmas, mas estão lá do lado delas. Ah, tem a “patrola”, sim é tempo de patrolas, elas estão ali e não para trabalhar, mas para aparecer no retrato com o político adormecido. Temos até foto do buraco, com o antes e o depois, um buraquinho de três anos de idade sendo tapado, é tempo de matar os buracos, imagina de a vaquinha cair em um deles? Pode machucar a linda “tetinha”, o principal objetivo de um despertar faminto do hibernado.

A nós cabe a vida de gado, um povo marcado, que alimenta esse tipo de ação, temos permitido que isso aconteça. Basta ver o número de mandato de alguns hibernados, tem gente com sete mandatos e abrigando seus parentes no executivo.

Dia desses vi uma nova prática: é a despedida dos aposentados da prefeitura, aonde o político vai lá agradecer os serviços prestados pelo servidor que prestou concurso e trabalhou honestamente durante 30 anos para merecer tal benefício. Mas os caras são cara dura mesmo, vão lá na laje e posam ao lado do barnabé, com um único objetivo: conquistar o voto pela emoção do momento e, por conseguinte de seus familiares também.

O mais incrível é que o movimento é grande, e se observa também por parte dos executores, a base de vultosos empréstimos aprovados pelos legisladores, estão fazendo propaganda de obras que deveriam se obrigação e não uma “dádiva” como querem no fazer acreditar.

Esse tipo de política antiga está tão impregnado na classe, que até quem está em primeiro mandato aprendeu direitinho e já está em busca de uma reeleição usando o mesmo subterfúgios dos veteranos hibernantes.

Mas tenho notado uma coisa o povo, marcado na paleta, já não é mais bobo e tem reagido contra essa prática, são novos tempos, a informação anda rápida e a mentira tem perna curta.

Se quiser se eleger novamente, vai ter que mostrar o que fez durante os quatro anos que tiveram para mostrar que honraram os votos de confiança que os levaram ao cargo.

Mas devemos estar alertas, essas maravilhosas tetas, também tem novos e sedentos pré-mamadores que querem e se promovem com denúncias em cima dos que lá já estão. Estamos em épocas de denuncismos, de paladinos, de senhores do passo certo, entre outras coisas. É preciso estar atendo para não trocar seis por meia dúzia.

Tá difícil de acreditar em alguém nesse momento, Canoas é uma cidade sem fiscais, a verdadeira função de um vereador, tudo que entra na Câmara passa, eles já não dão bola para opinião pública, simplesmente aprovam e não estão nem aí.

Os interesses pessoais há muito se sobrepujaram ao coletivo, ninguém mais está interessado em ajudar sem levar o seu junto. Cabe a nós nessa eleição dar um exemplo de cidadania e mostrar para a classe política, que a cidade é forte e não estará mais submissa e ao bel prazer de seres que dormem muito e acordam só de quatro em quatro anos.

Porém, vale lembrar que Canoas, em casos de eleições é uma Vaca Profana e esquece fácil de seus aproveitadores eventuais, aceitando assim ser enganada novamente.

https://www.facebook.com/noticiasdaaldeiacanoas/

Acesse nosso Grupo
https://chat.whatsapp.com/FqF4mJWVmKA8agL5y0OCGC


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/pensereal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4609