Maconha é oficialmente descriminalizada em Nova York

Home Maconha é oficialmente descriminalizada em Nova York

Cannabis foi descriminalizado no estado de Nova York, após o governador Andrew Cuomo assinar a nova legislação mês passado.
A nova lei converteu a posse de menos de 56 gramas de cannabis de uma contravenção para uma violação. Como resultado, os ofensores receberão um bilhete para comparecer no tribunal, seguido de uma multa de $50,00 se condenado por posse de menos de 28 gramas, e uma multa de $200,00 se condenado por posse de menos de 56 gramas.
Entretanto a droga é ainda considerada uma substância ilegal pela lei do estado de Nova York, se pego, indivíduos terão seu estoque confiscado e marcado como evidência. Diferente de antes, a cobrança não criará ou será mostrada no registro criminal.
O governador Cuomo liberou uma declaração sobre a nova legislação:
“Por muito tempo comunidades de cores foram desproporcionalmente impactadas pelas leis que regem a maconha e tem sofrido ao longa da vida, consequências de uma injusta condenação por maconha. Hoje é o início de um novo capítulo no sistema de justiça criminal. Em proporcional aos indivíduos um caminho para terem seus registros extintos, incluindo aqueles que tem sido injustiçadamente impactados baseados em suas raças ou etinia, e reduzindo a penalidade por posse ilegal de maconha para uma multa, estamos dando a muitos novaiorquinos a oportunidade de viver melhor e mais produtivos, vidas bem-sucedidas e saudáveis.
E os novaiorquinos condenados antes da nova lei ter efeito? Eles podem descansar um pouco mais fácil – especialmente aqueles que tem condenações menores por maconha antes de 29 de agosto.
“Tendo esta nova legislação descriminalizado a maconha, e a muda de uma ofença de contravenção para uma violação leve, não apareceria na sua história criminal,” Capitão Kate Newcomb com o escritório do xerife do condado de Broome falou ao WBNG.
As mudanças acontecem logo após as tentativas fracassadas do estado no início deste ano para legalizar a droga. “Esta lei está muito atrasada, e é um passo a frente significante em nossos esforções para acabar este ciclo repressivo e ultimamente consertar nosso processo discriminatório de justiça criminal de uma vez por todas.” Declarou Cuomo.
Apesar das amplas reformas da lei de cannabis no nível estadual, a cannabis continua proibida pela lei federal e continua a ser classificada como uma droga do Anexo I pelo DEA.