Polícia confirma prisão de autores da morte de motorista de app em Caxias

Polícia confirma prisão de autores da morte de motorista de app em Caxias

Jonathan Giacomoni Loreno Rigo, 24 anos, foi assassinado no Reolon

A polícia confirmou na manhã desta sexta-feira (14) que os dois suspeitos de matar Jonathan Giacomoni Loreno Rigo, 24 anos, foram presos. O crime aconteceu na noite de quinta-feira (13) na Rua Angelina de Estefen de Souza, próximo ao Case no bairro Reolon, por volta das 22h30min. Eles foram autuados em flagrante por latrocínio (matar para roubar).

O crime

A Brigada Militar foi acionada para averiguar a informação de que no local foram ouvidos disparos de arma de fogo. Ao chegar no endereço, os policiais encontraram o veículo Hyundai/HB20, de cor branca, placas QUF-3531, de Belo Horizonte, com Rigo morto no interior do carro.

A prisão

O titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, Adriano Linhares, também esteve no local do crime e iniciou as investigações com base nas informações repassadas pela BM e por colegas da vítima, motoristas de aplicativo, que conseguiram encontrar a localização do celular de Jonathan. O último chamado atendido pelo trabalhador seria entre o Reolon e o Mariani. Policiais foram até a Rua Claudionor da Cruz e encontraram os dois suspeitos do crime. Linhares confirmou que o motorista foi alvo de latrocínio (matar para roubar). Com a dupla, de 20 e 21 anos, foram encontrados o celular de Rigo e um revólver calibre .38.

Esse é o quinto o assassinato do mês de fevereiro em Caxias. Em janeiro foram sete casos. No total já são 12 mortos de forma violenta neste ano de 2020.