PRESOS LUTARÃO PELAS SUAS VIDAS

PRESOS LUTARÃO PELAS SUAS VIDAS

Por Rodrigo Schmitt

Tudo indica que é chegado o momento do confronto preconizado pelo discurso político que afirma que “bandido bom é bandido morto”.
Os presos estão largados a própria sorte ou azar dentro do sistema carcerário.
Vemos muito faz de conta, alguns juízes parecem alheios a realidade, governantes fazem discursos populistas, a mídia se alimenta do revanchismo social e a cada dia as masmorras prisionais estão cada vez mais sucateadas.
Presos sofrem todos os tipos de desumanidades, as autoridades que exigem o cumprimento das leis, não cumprem os direitos mais básicos para qualquer ser humano.
Agora, com a pandemia do Corona, estamos vendo decisões sem padrão, algumas posições que deixam qualquer preso chocado.
Vemos juiz dizendo que preso ficará mais seguro na prisão, vemos juízes manterem pessoas com problemas respiratórios, HIV,… todos encarcerados. Vemos inclusive laudo médico dentro do sistema emitidos sem examinar o preso, sem o médico presente e dizendo que o estabelecimento prisional está apto a receber presos contaminados pelo COVID.
Ora, qualquer preso sabe que o sistema não está capacitado para cuidar nem de uma unha encravada direito, quando muito dão um paracetamol.
Nós temos dentro das forças de segurança aproximadamente 5000 agentes penitenciários , temos aproximadamente 15000 Policiais Militares, aproximadamente 5000 Policiais Civis (os dados exatos são mantidos em sigilo por “questão de segurança”).
Temos aproximadamente 40000 presos no sistema fechado, fora os outros.
Um em cada 10 Inquéritos Policiais vira processo. Dos processos, 6 em cada 10 resultam em condenação. Das condenações, 6 em cada dez se cumprem e aproximadamente 1 em cada 10 crimes inicia uma investigação.
Esses números não são exatos, mas aproximados em grupos de pesquisa com especialistas da área.
Ou seja, temos um número muito superior de criminosos do que de combatentes do crime.
O que dá alguma chance de um pouco de controle é a divisão das facções. Atacando as facções, as forças de segurança conseguem oprimir, de tempos em tempos, grupos criminosos.
Por isso que juízes negociam espaço para presos dentro do sistema. Eles concordam, porque a estratégia é dividir para conquistar.
Os presos unidos seriam um pesadelo para o Estado.
Pela primeira vez eles tem algo que pode unir seus interesses: o Estado resolveu deixar os presos largados no sistema, correndo risco de morte.
Isso pode acabar acontecendo e o Estado irá perder de vez alguma chance de manter a mínima disciplina.
Espero que os juízes estejam cientes do que estão fazendo.
Até quando o Estado acha que os presos ficarão calmos dentro do sistema prisional quando começarem a sufocar e morrer os primeiros dentro das cadeias?
Será que os presos irão esperar as mortes acontecerem para exigir atenção sobre o que lá acontece?
A mídia, Promotores de Justiça e autoridades policiais tentam fazer parecer que 3500 presos liberados foi um número grande, mas não dizem que a imensa maioria foi do regime aberto e semi aberto e que os presos do regime fechado que saíram não correspondem nem a cinco por cento da massa carcerária, muitos com seus processos absolutamente parados, sem audiências, com prisões provisórias sem julgamento há meses ou anos.
Talvez algumas pessoas pensem: “quero mais que morram”, ou “ninguém mandou cometer crimes, azar é deles.”
Pois saibam que existem pessoas não julgadas lá, não existe pena de morte e qualquer pessoa que luta pela própria vida é capaz de atrocidades, criminoso ou não.
Só estamos fazendo um alerta, os presos vão morrer em massa, pois vivem em local insalubre e com péssima alimentação, o que baixa suas imunidades. Enquanto os juizes e as casas prisionais sustentam terem ala separada para receber presos que tem COVID, todos sabem que infelizmente não tem nem espaço para respeitar os básicos direitos de um reenducando que cumpre sua pena em cela para duas pessoa com no mínimo 6 presos. No Presídio Central as celas que são para 8 pessoas ficam 30 presos amontoados no mesmo espaço.
O próprio sistema pode responder se é verdade ou mentira o que está sendo colocado aqui.
Muitas coisa não vem a tona com dados oficiais, mas todos sabem o caos real que os presos vivem.
Apenas estou antevendo uma guerra anunciada desde o discurso político criado com a tese de matar os presos.
Só que cada preso que morre dentro do sistema prisional resulta em dezenas de mortes nas ruas, sempre.
Talvez a chacina dessa guerra seja maior do que as mortes causadas pela própria pandemia.
Alguns advogados estão tentando alertar as autoridades e estão sendo solenemente ignorados.
Depois que o banho de sangue invadir as ruas, irão pedir intermediação da categoria e talvez seja tarde demais.
Não creio que os presos irão morrer sem lutar.
Desejo muita fé e sorte para os detentos sobreviver a esta pandemia, desejo o bem a todos os seres humanos.
As autoridades pelo jeito não, estão passando a mensagem que mesmo com este surto de Covid19, os presos estão, ao que tudo indica, jogados para exterminação em massa.


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/pensereal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4609