20.5 C
Canoas
segunda-feira, agosto 3, 2020

Notice: Array to string conversion in /home/pensereal/public_html/wp-includes/shortcodes.php on line 343
Array

Taylor Swift consegue acordo com gravadora após confusão com Scooter Braun

Leia Mais

Inquérito sobre a morte de Gustavo Amaral já está na Justiça

O inquérito que investiga a morte do jovem negro Gustavo Amaral pela Brigada Militar já foi remetido ao Judiciário. A informação foi confirmada pela...

URGENTE – CORPO CLINICO DO GRACINHA PARALISA TODOS OS ATENDIMENTOS

Por meio de nota a Diretora do Corpo Clinico do Hospital Nossa Senhora das Graças Dra Renata Rockenbach, alerta sobre a paralisação de todos...

O que está faltando para você ter uma vida melhor?

É gigantesco o número de pessoas que vejo reclamando da vida, como se a ela tivesse culpa de tudo o que estão vivendo. Entendo perfeitamente que...

POLÍCIA FEDERAL, IBAMA E PATRAM APREENDEM QUATRO TONELADAS DE PESCADO EM RIO GRANDE

A Polícia Federal, o IBAMA e a Patrulha Ambiental da Brigada Militar (PATRAM) apreenderam, na manhã de hoje (01/08), quatro toneladas de pescados capturados...

Taylor Swift travou uma verdadeira briga com Scooter Braun – e que envolveu muitos outros famosos – após ser proibida de cantar as músicas de seus primeiros álbuns, que foram gravados pela Big Machine (gravadora do empresário). A artista pedia para que, pelo menos, pudesse regravar as canções, mas nada feito. Ao menos, nesta última segunda-feira (18), um comunicado divulgado pela empresa dava permissão para que a musa cantasse as canções antigas no American Music Awards 2019 (AMA).

O acordo foi feito diretamente com a Dick Clark Productions, produtora da premiação. Na nota, é informado que Taylor nunca precisou de uma permissão para cantar as músicas em nenhum show, inclusive no AMA. “Permissão da gravadora só é necessária para gravações de áudio e vídeo de artistas contratados e na determinação de como esses trabalhos serão distribuídos”, diz o texto.

A confusão voltou à tona na última quinta-feira (14), após Taylor acusar Braun e Scott Borchetta (presidente da Big Machine), de não lhe darem permissão para cantar as músicas antigas (de seus seis primeiros discos, pertencentes à gravadora) nos palcos. A pergunta que não quer calar é: será que a cantora conseguirá o direito de regravar as canções e ter total controle sobre suas músicas, de uma vez por todas.

More articles

- Advertisement -

Ultimas

Inquérito sobre a morte de Gustavo Amaral já está na Justiça

O inquérito que investiga a morte do jovem negro Gustavo Amaral pela Brigada Militar já foi remetido ao Judiciário. A informação foi confirmada pela...

URGENTE – CORPO CLINICO DO GRACINHA PARALISA TODOS OS ATENDIMENTOS

Por meio de nota a Diretora do Corpo Clinico do Hospital Nossa Senhora das Graças Dra Renata Rockenbach, alerta sobre a paralisação de todos...

O que está faltando para você ter uma vida melhor?

É gigantesco o número de pessoas que vejo reclamando da vida, como se a ela tivesse culpa de tudo o que estão vivendo. Entendo perfeitamente que...

POLÍCIA FEDERAL, IBAMA E PATRAM APREENDEM QUATRO TONELADAS DE PESCADO EM RIO GRANDE

A Polícia Federal, o IBAMA e a Patrulha Ambiental da Brigada Militar (PATRAM) apreenderam, na manhã de hoje (01/08), quatro toneladas de pescados capturados...

Descaso de funcionaria no hospital João Becker em Gravataí

Na noite de sexta-feira (31), uma funcionária do João Becker em Gravataí, sai com suas roupas que lida com os pacientes, para comprar cachorro...