Você está pronto para ser um empreendedor?

Home Você está pronto para ser um empreendedor?

Ser um empreendedor não é para qualquer um.

Normalmente precisa de anos de trabalho duro, longas horas e nenhum reconhecimento para alcançar sucesso. Muitos empreendedores desistem ou falham por outros motivos, como ficar sem dinheiro.

Estatísticas mostram que mais de 50% dos negócios falham após cinco anos nos Estados Unidos. 40% das falhas das startups são por causa de um má ajuste, com 38% por falta de tempo e envolvimento logo atrás.

Gerenciar o seu próprio negócio e estar no controle de como você gasta seu tempo é ótimo. Não consigo imaginar fazer qualquer outra coisa. Mas também é muito difícil. Você não terá sucesso o tempo todo. Você talvez fracasse três vezes seguidas. Mas aquela quarta vez talvez seja o seu grande sucesso. Se muitos fracassos sem garantia de sucesso te assustam, provavelmente é um sinal de que você não serve para ser um empreendedor.

Aqui estão mais algumas características de quem não é empreendedor e indicações de que é hora de desistir de começar o seu próprio negócio.

Você gosta de ficar na sua zona de conforto

Como empreendedor, os dias nunca são iguais. Um dia você pode estar sozinho escrevendo, criando um design ou codificando seu produto. No próximo dia você pode estar indo em reuniões de venda, entrevistando candidatos ou sendo convidado de um podcast.

Se você é um introvertido como eu, o primeiro dia parece um pouco melhor. Mas você precisa se expor e ficar bem em se sentir desconfortável. Pode parecer cafona. Mas se você não consegue se lembrar da última vez que se arriscou, então talvez ser um empreendedor não é para você.

Vera Wang se arriscou muito iniciando seu negócio de moda. Definitivamente estava fora de sua zona de conforto. A antiga patinadora artística não se qualificou para o time Olímpico Americano de 1968. Ela sabia que precisava se reinventar e mudar a direção de sua carreira. Ela já estava trabalhando na Ralph Lauren, mas não foi até 1989 que ela descobriu sua verdadeira paixão. Ela estava se preparando para o seu casamento e não gostou de nenhum dos vestidos que viu. Ela pensou que deveriam haver opções mais modernas e de moda contemporânea.

Então ela fez seu próprio vestido. Ela o desenhou e contratou uma costureira para fazê-lo por $10,000. Foi um grande risco, mas valeu a pena. Agora, Vera Wang é conhecida mundialmente pelo estilo inovador de seus vestidos de noiva. Nada disso teria sido possível se ela nunca tivesse se arriscado a fazer o seu primeiro vestido.

Você pensa que é um caminho para ganhar dinheiro facilmente

Não consigo imaginar um modo mais lento de se ganhar dinheiro do que sendo um empreendedor. Você poderia trabalhar por anos sem nunca ver um centavo.

Foi exatamente isso que aconteceu comigo em meus três primeiros negócios: Advice Monkey (fracasso), depois uma empresa de hospedagem web, e Crazy Egg (eventual sucesso). O tempo que leva para gerar lucros com sua startup é muito consumidor.

Você trabalha mais do que as oito horas diárias, ficando com pouco tempo para outras oportunidades para gerar renda, como um outro emprego.

Muitos empreendedores de sucesso foram capazes de trabalhar em seus negócios ao mesmo tempo em que trabalhavam em um emprego regular, como Jason Quey.Ele começou um negócio de vestuário aos 22 anos e ganhou mais de $200,000 no primeiro ano enquanto ainda mantinha seu emprego de tempo integral. Isto é bem impressionante. Mas não é a regra. Enquanto é possível começar um blog ou negócio que gera dinheiro rapidamente, a maioria não gera nada por um ano ou mais.

Você precisa começar seu negócio com a mentalidade de que ainda estará trabalhando nele daqui a cinco anos.Como Jeff Haden diz, “Como dono de negócio, você ganha hoje o direito de ainda estar nos negócios amanhã”.

Nada é garantido no futuro. Você não pode tratar seu negócio como um esquema de fique-rico-fácil. Simplesmente não irá funcionar.

Você é um procrastinador

Se você não consegue gerenciar seu tempo de modo eficiente, você está fadado a fracassar como empreendedor.

Quando você trabalha para si mesmo, não há um chefe de olho em você ou monitorando seu cartão ponto para garantir que está trabalhando duro.

Se você não está trabalhando duro em seu próprio negócio, por que sequer está trabalhando?

Se você está trabalhando duro mas sentido como se não chegasse a lugar nenhum, precisa dar um passo para trás e priorizar suas tarefas.

Suas tarefas só podem se encaixar em uma das quatro categorias.

  • Urgente e importante

São as coisas que simplesmente não podem esperar.

Sejam elas uma frase para um novo cliente, retornar uma ligação ou finalizar uma publicação antes do prazo final no seu blog, você precisa garantir que irá fazer.

  • Importante mas não urgente

É uma tarefa que é importante mas o mundo não vai acabar se você não fizer agora mesmo.

Ela pode ser retornar uns emails de rotina ou atualizar suas contas de mídias sociais.

  • Urgente e não importante

Uma tarefa urgente que não é importante pode ser algo como renovar a licença de seu negócio ou encomendar novos materiais de escritório.

Você pode facilmente delegar estas tarefas para outra pessoa.

  • Não urgente e não importante

Nem sequer perca seu tempo com essas tarefas! Livre-se delas.

Um exemplo de tarefas como essas pode ser explorar uma nova ideia de negócios. Não significa que é uma coisa ruim a se fazer, mas não irá ajudar o seu negócio atual.

Deixe de lado até que você tenha tempo para se dedicar a ela. Pesquisas já provaram que ser multi tarefas não é eficiente. A falta de foco das pessoas custa à economia global estimados $450 bilhões por ano!

Em média, as pessoas perdem pouco mais de um minuto em uma tarefa antes de se distraírem.

E uma surpresa ainda maior, pode levar mais de 25 minutos para que elas voltem a se focar em seu trabalho após uma distração.

As estatísticas sobre os efeitos de ser multi tarefas no cérebro são ainda piores.

Ser multi tarefas pode diminuir o seu QI em 15 pontos! É um efeito temporário, mas ainda chocante.

Pessoas multi tarefas também levam, em média, 50% a mais de tempo para terminar uma tarefa e cometem 50% mais erros do que pessoas que focam em apenas uma tarefa por vez.

Se isso não é o suficiente para te assustar e te fazer dar ao seu trabalho atenção total, não sei o que irá.

Você não sabe como criar uma estratégia de marketing

Esta é difícil. Aprender marketing leva muito tempo. Quando você está começando, precisa jogar em todas as posições. Você é o CEO, chefe financeiro, agente de serviço ao consumir, zelador e departamento de marketing tudo em um só.

Parece divertido, não é? Você pode ter um produto realmente ótimo mas sem o marketing certo, ninguém sequer saberá sobre ele. Você precisa investir tempo em aprender como fazer o marketing do seu negócio.

  • Uma persona de cliente

Como você vai saber qual produto criar ou como vendê-lo se não souber para quem está vendendo?

Pense no seu cliente ideal. É para ele que você está criando o produto ou serviço. Escreva tudo que você souber sobre ele. Sua persona de cliente deve incluir idade, média salarial, que tipo de emprego possuem, quais suas dificuldades e como os seus produtos os ajudam.

  • Sua proposta de valor

Este é o motivo pelo qual seus clientes compram seu produto ou serviço. É o que torna você único, inovador e digno do dinheiro que eles estão gastando. Uma boa proposta de valor inclui o benefício chave do seu produto de um modo que não é forçado.

Um bom exemplo é o Uber. Eles focam em ser o “jeito mais fácil de sair por aí”. O Uber explica como isso funciona em uma frase: “Um clique e um carro chega diretamente a você”. Eles nunca dizem que táxis ou transportes públicos são ruins. Apenas focam em explicar de modo claro o serviço e como ele se encaixa bem no seu dia.

  • Seus objetivos de marketing e vendas

Você pode não saber exatamente como fazer o marketing do seu produto nesse momento, mas você sabe para onde está indo?

Possuir objetivos claros para sua estratégia de marketing é muito importante para o sucesso de longo prazo de sua empresa. Escrever seus objetivos torna 50% mais provável de você alcançá-los. Se você está criando um novo produto de software, seu objetivo provavelmente é conseguir quantos usuários puder. Você precisa ser específico com seus objetivos.

Quantos usuários você quer esse trimestre? E no próximo? E até o fim do ano? Detalhe tudo e analise seu processo regularmente.

Você não consegue pensar em quaisquer problemas para resolver

Pense na sua vida cotidiana.

Você consegue pensar em uma ideia de novo produto que iria facilitar sua vida ou torná-la mais eficiente?

Talvez sua ideia seja um suporte automático para aquelas sacolas no mercado que demoram uma eternidade para abrir com seus dedos. Ou você poderia inventar um novo modo de encontrar o que você procura nas seções do super mercado, como um aplicativo da loja que inclui um mapa de todas as seções em vez de ter que caminhar por todas. Conseguiu perceber que eu não gosto muito de fazer compras no mercado?

Mas falando sério, se você não consegue pensar nem em uma pequena coisa para melhorar na sua vida, como você vai melhorar a vida de outros? Ser um empreendedor significa criar soluções criativas para problemas e colocar algo novo no mundo. Sua ideia pode surgir de anos de experiência ou do nada, algum dia.

Mas você precisa ter uma ideia.

A maioria dos fundadores de startups tiveram suas ideias por terem trabalhado em suas indústrias por um tempo e terem visto os problemas em primeira mão. Em segundo lugar, em 19%, estão os fundadores que inventaram algo que queriam ver no mundo. Em terceiro lugar, em 11%, estão os fundadores cujas ideias são cópias de outros negócios mas que fazem coisas diferentes ou melhores do que os outros fazem.

Seja qual for a categoria em que seu negócio se encaixar, você precisa descobrir como atrair clientes. Isso significa descobrir qual problema as pessoas têm e resolvê-lo. Se você não consegue fazer isso, não é um empreendedor.

Você faz muitos planos mas não age

Muitas pessoas pensam que fazer um plano de negócios significa que estão começando um negócio. Isto é muito errado. Eu poderia planejar minhas refeições da semana, mas a menos que eu as cozinhe, irei comê-las? Não!

Planejar não significa nada sem ação.

Muitas pessoas têm medo de fracassar se começarem um negócio. Um estudo recente na União Europeia descobriu que quase 40% das pessoas que consideram empreender têm medo de fracassar. Considerações financeiras definitivamente são compreensíveis. Muitos empreendedores acabam falindo antes de conseguirem sucesso, o que foi verdadeiro no meu caso. Surpreendentemente, um “medo de perder liberdade pessoal” também fez parte da lista dos maiores medos de empreendedorismo das pessoas.

Nos estágios iniciais de construir seu negócio, você está particularmente sem tempo. Não será capaz de passar tanto tempo com família e amigos quanto gostaria.

Você pode sentir como se tudo que estivesse fazendo é para o seu negócio, porque provavelmente é.

Ser um empreendedor não é para os fracos de coração, e definitivamente não é para pessoas com medo de fracassar. Você pode fazer os planos necessários para começar seu negócio enquanto ainda age diariamente para chegar lá. Talvez você precise angariar fundos para uma loja física.

Enquanto estiver fazendo isso, ainda pode solicitar licenças comerciais, pesquisar quais produtos irá oferecer e iniciar um relacionamento com fornecedores.

Sempre existem tarefas que você pode fazer para avançar com seu negócio.

Se tudo que você está fazendo é uma lista do que fazer em vez disso, estes itens nunca ficarão prontos.

Você se dá bem com todos

Ser um empreendedor não te torna o Sr. Popularidade.

De precisar contratar e demitir funcionários a trabalhar com sócios, você precisa saber quando lutar por suas ideias quando os outros discordam. Um estudo científico até descobriu que adolescentes antissociais têm maior probabilidade de se tornar empreendedores. Outro estudo de empreendedores que começaram mais de um negócio descobriu que eles possuem habilidades de persuasão muito mais fortes do que uma pessoa normal.

Parte de ser persuasivo é convencer outras pessoas de que você está certo quando elas pensam que você está errado. Se você é o tipo de pessoa que não aguenta um confronto, ser um empreendedor não é para você.

Não estou dizendo que você precisa ser capaz de gritar com as pessoas ou utilizar intimidação para conseguir o que quer. São táticas infantis que líderes eficazes não utilizam.

Você não pode se preocupar se seus colaboradores gostam ou não de você ao ponto de não estar disposto a fornecer feedback negativo ou fazer as tarefas difíceis, como demitir alguém. 82% das pessoas não confiam que líderes de negócios lhes dirão a verdade.

Isto é loucura!

Um bom líder sempre dirá a verdade aos seus colaboradores mesmo que não sejam boas novidades. É o seu trabalho ser capitão do navio e garantir que seus colaboradores sintam como se tivessem botes salva vidas caso surjam problemas na empresa.

Se torne confortável com tomar decisões difíceis e agir rapidamente. Nem todos irão gostar de você, mas as pessoas respeitam líderes que falam a verdade.

Conclusão

Empreendedorismo não é para qualquer um.

O sangue, suor e lágrimas necessários para começar e fazer seu negócio crescer são o suficiente para assustar a maioria das pessoas.

Você precisa fazer as pazes com o fracasso e aprender como viver fora de sua zona de conforto. Você também precisa agir sob suas ideias e ser muito eficiente gerenciando seu tempo.

Começar um negócio pode ser solitário no começo. Você talvez tenha um co-fundador, mas ainda vai parecer como se fosse vocês dois contra o mundo. Se você tiver a sorte de ter um parceiro que tem a mesma dedicação que você, pode tornar a jornada da startup mais fácil.

 


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/pensereal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4609